quarta-feira, 23 de setembro de 2009

DÉCADA DE 1930 - A Era de Vargas

Em 1930 a população do Brasil era de 37 milhões - 70% no campo, e o país, assim como o restante do mundo, vivia suas guerras particulares.
Fico assustada quando leio relatos antigos e observo que o Homem "sempre" está em luta. Apesar desse pequeno detalhe, a humanidade caminha, o sol nasce e se põe todos os dias e a vida continua.
Naqueles tempos idos, o nome do dinheiro era Réis. A gaúcha Yolanda Pereira é eleita Miss Universo. Recife assiste a descida do Graf Zeppelin.
Em 1932, Getúlio Vargas, chefe do Governo Provisório, publica o novo Código Eleitoral, estabelecendo o voto secreto e o direito de as mulheres votarem e serem votadas.
A Rádio Nacional é inaugurada em 1936.
Em 1938 Lampião, o Rei do Cangaço, é morto.

Enquanto isso, na pacata Estância Hidromineral de São Lourenço a vida corre serena e saudável, como suas águas minerais. Em 1933 era inaugurada a bela Agência de Correios e Telégrafos.

Aquáticos, como eram chamados os usuários das águas minerais curativas, assistem a inauguração da nova e imponente Fonte Magnesiana. Por que derrubaram tão bela construção ?


Em 1939 é fundada a Nova Casa. Será a mesma Nova Casa de hoje ? O local não é o mesmo.

A Rede Telefônica Interurbana é inaugurada em 1935.

Também nessa década foi construído o Lago do Parque, e na foto vemos o início dos trabalhos.

Acontecia a Feira Internacional de Amostras do Rio de Janeiro, em 1934, e lá está Getúlio Vargas no Stand das Águas Minerais de São Lourenço, no Pavilhão de Minas Gerais.

Aqui Getúlio Vargas refazia suas forças, tratava sua saúde e movimentava a cidade trazendo o povo ao seu redor.

Na Fonte Magnesiana, tomando sua dose diária das águas miraculosas, o chefe supremo da nação era um simples aquático.


Darcy Vargas, em 1931, plantando o Pau-Brasil no Parque das Águas.
Getúlio Vargas esteve em São Lourenço por várias vezes, inclusive em maio de 1954, 3 meses antes de sua morte.

Histórias dos tempos idos...

4 comentários:

  1. Nossa, aqui onde estou morando atualmente tem tanta história de Vargas. Como ele gostava de se enfiar nos matos (rs). Eu estou para voltar e colher com as pessoas, o que me falta agora é grana (rs). Encontrtei no Bonfim, entocado no mato, uma casa que pertencia a ele.
    Saudações Florestais !

    ResponderExcluir
  2. lazara/valparaizo go29 de setembro de 2009 13:14

    muito bom!adoro passado,é nostalgico mas aprendemos muito com o passado,demais essas fotos antigas,parabéns.Dificil preservar, manter, Quando chega o desenvolvimento o homem se perde infelizmente.obrigada adorei tudo

    ResponderExcluir
  3. Oi, Silvana:
    Adoro pesquisar e descobrir essas histórias antigas.
    O Getúlio foi muito importante para as Estâncias no momento em que criou, em 1945, a lei que protege as águas minerais.
    No Hotel Brasil, o quarto em que ele ficava, mantém os mesmos móveis e uma foto dele na parede.

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Oi, Lázara:
    É verdade que muita coisa já se perdeu, infelizmente.
    Restam essas preciosidades, guardadas por pessoas conscientes do seu valor.
    Aproveite para visitar o www.saolourenco.com onde existe um filme do passeio do Getúlio Vargas pelo Parque das Águas.
    Beijo

    ResponderExcluir

RECEBER SUA VISITA É MUITO BOM !
LER SEU COMENTÁRIO, É MELHOR AINDA !!!